Um livro vai para além de um objecto. É um encontro entre duas pessoas através da palavra escrita.

BBC343EB-5C8F-4317-8046-6B96E91227E3

Anúncios

Bravura na Aprendizagem

Nesta manhã de Novembro, a candura da luz da estrela
solar penetra a Alma confortando-a do que a matéria física
tem de escasso…E é no Agora, na contemplação do momento
existencial que a turva chama é ferozmente reacendida e
no fulgor da força do fogo renascemos e percebemos que sobrevivemos
à estagnação momentânea causada pelos pensamentos.
Seres vivos, sem corpo visível ao Homem Comum,
que quando alimentados apoderam-se da Luz, do Amor da
Paz outrora conquistada e invadem a nossa existência, desgastando-
nos, envelhecendo-nos… As lágrimas escorrem, sentimos o murchar do Divino que existe em nós. A distância
da verdade do que Somos vai aumentando e o desespero
de não a conseguirmos travar acentua o fosso da
dualidade entre o medo e o Amor. Os clamores, envolvidos
nas baixas emoções, são proferidos “Não Vaz embora por
favor! Invade novamente o meu coração! Deixa-me vibrar
novamente em Ti!” Soam a ecos vindos do fundo do poço…
E assim podemos estar horas, dias, meses, anos… Assim
podemos estar toda uma vida! Se não tivermos a coragem
de ao suplicar acreditar que Ele está sempre presente! Que
somos nós que nos afastamos, que deixamos escapar o que
de mais belo existe no nosso interior, o poder do Renascimento
impulsionado pela Força da Criação! Tudo se inverte
quando menos esperamos pois assim tem que ser, para a fecundação
da aprendizagem, muitas vezes envolvida no sofrimento, que só termina quando aceitamos que o que foi semeado
terá que ser colhido. Nesta altura nada é claro, a Fé é
diminuta… Pois tudo é perfeito quando estamos bem, quando
a nossa vida flui… Mas como sabemos existimos para evoluir e viver é experienciar, só desta forma somos capazes de
fazer a distinção entre o Bem e o Mal. Aceitar o que nos faz
sofrer, sem conflito, exige bravura ao pôr em prática aquilo
em que acreditamos quando estamos ilusoriamente felizes.
Sim, ilusoriamente! Porque a verdadeira felicidade só
é atingida quando a Paz tiver sido conquistada que acontece
quando vivemos com a consciência e prática da aceitação
que a tristeza e a alegria não podem ser levadas ao extremo.
Os extremos não conduzem ao equilíbrio… O efectivo controle das emoções, dos pensamentos e dos sentimentos leva-
-nos a um estado “Divino”… A vida não deve ser centrada
em momentos, nem em altos e baixos mas sim numa leveza
eterna em linha contínua.

IMG_1906

                         Imagem: Portugal

Em Consciência Recuperamos

Obrigada Vida

Por me recordares tão bela experiência da Criação

Espelho-me na beleza do que é libertando o que não sou

Amo com coragem, sem medo de nada perder

Amo libertando-me de tudo o que aprisiona este majestoso sentimento

Entrego-me à vida sem desistir de Amar

A total aniquilação da individualidade que sou permite-me a serenidade de Ser

Acolher cada pulsar de vida como uma dádiva do que pedi, é a magia da Existência

Aqui estou, sabendo que o avançar não é real, que tudo o que é aqui está e que nada busco, que não existe um fim, que sempre serei, que tu sempre serás e que o Amor nos une, em qualquer dimensão, em qualquer Universo, em qualquer galáxia…

A distância é ilusória, a experiência da criação é aqui e agora

Escolho Amar

Escolho Viver

Escolho Sentir

Escolho Sorrir

Obrigada Vida pela Bênção do Puro Amor que Tudo pode, que Tudo É

Amo-vos porque me deram vida

Porque me reanimam a cada instante

Porque Elevam a minha Alma à mais alta esfera que me permito chegar

Amo-vos por me deixarem espelhar em cada um de vós e

Juntos no Amor e na Luz despimos o que as “vestes” têm por hábito “mascarar”, o verdadeiro Amar…

Em Consciência recuperamos e com a mente serena honramos o que Somos, irradiando tranquilidade e Paz a todo o Planeta…

IMG_4400

     Imagem: Vilar de Mouros – Portugal

Singela Melodia do Amor

que sinfonia é esta que tocas? que habilidade esta de amares na intimidade?

a sensibilidade com que em mim te aprofundas, liberta a minha inocente pureza de SER

toda a minha alma se expande, num bailado de brilho que ultrapassa a via-láctea

as personalidades esvaiem-se e apenas permanecemos neste silêncio que é nosso

e que nada penetra…

nesta força que nos mantem cegos, surdos, mudos

e nos eleva aos céus num clamor tão singelo como uma dança de querubins

sentir-nos é abraçar Deus na mais elevada Graça de Gratidão

nunca duvides do quanto te Amo

que saudades tinha de estar em CASA contigo meu Amor

obrigada amado universo por este reencontro tão mágico

Image-1

     Imagem: Portugal

Talvez, seja um dia menos fácil…

Quando a certeza da morte nos aprofunda, nesta limitada visão do que tudo é… tudo questiono… e a vontade em ter asas e voar é o meu maior grito no silêncio, libertar-me de uma sociedade doente, em que tantas vezes me sinto em clausura por ter que aceitar empregos robotizados, em que somos escravizados, sem tempo de respeitar a nossa existência como seres completos, onde o equilíbrio obrigatoriamente deveria existir. Já para não falar de ter que educar os meus filhos nestes padrões, que os aprisionam e não os deixam Ser. Resultado, famílias presas em responsabilidades ditadas por governos que tudo querem e nada dão… Vivo os meus dias numa luta constante de aceitação pelas coisas tal como são, mas o cansaço atinge-me e faz-me questionar pela minha coragem em tudo mudar… as saídas existem… e tudo faço e fiz para que essa saída estivesse aqui, neste país que tão confortável poderia ser e que tanta harmonia nos poderia trazer para crescermos em paz e saúde com a nossa família e amigos. Mas a “realidade” é que isso não acontece, pelo menos para muitos e um coração apertado liberta as lágrimas por ter que em breve tomar uma decisão…sem medo, sem apego, com a consciência que estamos todos ligados pelo Amor e que a distância física parece ser mais forte, mas não é… O fim da vida tal como a conhecemos chegará e há tanto para viver… este planeta tem tanto para nos dar, sociedades mais equilibradas, mais conscientes, mais felizes, mais prósperas, mais humanas, mais, mais, mais…. a força que em mim vive empurra-me para o desconhecido antes do fim chegar… Amo a minha família, os meus amigos e um homem maravilhoso que Deus acrescentou à minha vida, não podia ter melhores seres a rodearem-me, mas o meu coração grita para saltar da zona de conforto!!!!!

Talvez, seja um dia menos fácil…

IMG_4012

Muitos Parabéns a nós…

tanto quero escrever sobre nós e tão poucas palavras existem para expressar o que sinto…

todos os encontros são incríveis mas este, este é especial…

descrever a total envolvência que somos quando juntos, só é possível sentindo…

e aquilo a que mais perto consigo chegar, deixo aqui na profundidade que as palavras me permitem,

aqueces a minha alma de tal forma que o meu físico acolhe-se num conforto sem limites,

és tão mais parecido comigo do que eu própria consigo ver o que sou,

chegar a “casa”, no estado mais contemplativo a que consigo tocar, fica muito perto do que sinto quando em nós estamos,

caminhar contigo nesta azáfama que é a vida terrena torna tudo mais alegre e fácil,

quando te sinto em total conexão com o que os dois somos, Amor, é como sentir os meus filhos nos braços… a mais elevada vibração de Amor que podemos sentir.

O sorriso que chega do meu coração ao receber o teu bom dia e a tua boa noite é reflexo do quanto amada me fazes sentir…

Se um dia a ligação “morrer” para ti, eu aqui continuarei a saborear mais e mais Amor e agradecida por este reencontro que mais características do meu Amor me mostrou…

Este Amor que é nutrido por cada um de nós e que o damos na quantidade e qualidade que nos é possível…

Sem medo de não receber aquilo que desejo de ti, continuarei a fazer o meu melhor para que este encontro seja tão mágico quanto a vida é…

Aprendo Amar-te a todo o momento, aceitando que tu és tu e cada vez menos tento exigir que sejas quem eu gostaria que fosses…

E assim vivo os meus dias desde que te reencontrei, na certeza de que o Amor entre dois seres é possível quando ambos assim o desejam.

Fácil? não… mas com certeza, um dos maiores desafios a que me proponho, pois não existe nada mais majestoso do que amar na intimidade.

Intimidade esta, que só é possível quando os corpos se tocam numa melodia definida pela poesia com que cada um desenha a vida…

E é na pureza inocente deste acto, que vamos buscar a essência do Amor, que nos permite ultrapassar todas as divergências que nos vão sendo apresentadas…

E meu Amor, sempre que me afastar daquilo que nos uniu será por breves instantes, pois a força que a ti me levou é a mesma que a ti sempre me levará…

Que o nosso encontro seja abençoado e que tudo que tente matar-nos só nos torne mais fortes…

Muitos Parabéns a nós por tudo a que temos sobrevivido neste tão curto espaço de tempo e ainda não termos desistido…

Amo-te pela eternidade, neste Agora que é eterno

Até já…

IMG_4220

                      Imagem: Gerês – Portugal

Sou tão “pequenina” perto da grandeza que todos vocês são

Que vida é esta em que uns são abençoados por tanto e outros por tão pouco…

Que angústia nos corre nas veias chegando ao coração e um aperto se sente por tanta tragédia…

Será correcto falar em “karma” quando a desgraça se abate sobre aqueles que aparentemente nada de errado fizeram que causasse uma catástrofe de tais dimensões?

Tudo é tão pequeno perto do que de tão grandioso vive acima da nossa capacidade de compreensão…

Só nos resta a humildade e a aceitação de que tudo o que acontece alguma razão terá.

O Amor no seu mais despido significado só será possível atingir quando postos à prova em circunstâncias tão tristes como as que temos assistido.

Culpados não existem, acredito que cada um faz o melhor que sabe e consegue, mesmo que seja para seu proveito próprio, capacidade causada pela cegueira e adormecimento do que Somos.

Na minha mais neutra opinião, sem colocar a minha personalidade a lamentar-se pelo que sente, constato que todos os percalços que nos acontecem e quanto mais dolorosos e desesperantes forem, mais preparados ficamos para encontrar a força que não é nossa, mas sim de algo que nos faz levantar das cinzas e assistir à nova vida que daí vai nascer. E só seremos capazes de continuar, se entregarmos na “mão” daquilo que não vemos, a nossa fraqueza, na esperança de ver a vida a voltar a sorrir.

Agora é tempo de ver um país a chorar o pânico do que viveu, de imagens que dificilmente se apagarão e que durante tempos vão marcar o semblante de quem presenciou estes momentos de perto. Pacientemente vamos assistir ao trabalho da Mãe Terra, que ditará o tempo de renovação, seja do renascer da alegria no interior humano como do habitat natural que ilustrava o cenário idílico das terras verdes que deram lugar a pó.

Que a força renasça em cada um daqueles que directamente viveram estes dias… E por tão pequenina ser, perto de tudo isto, faço o que está ao meu alcance, deixando a minha prece “que o Universo vos abençoe e que vos faça chegar tudo aquilo que vão precisar para voltarem a normalizar a vossa vida…”

BD0098CB-A445-460E-A276-40C03B944241